mardi 9 novembre 2010

photo de liv tyler, par anton corbijn

4 commentaires:

Ângela calou... a dit…

Lindíssima. Nos olhos que olham para onde não sabemos, que observam em silêncio ameaçador, nos seios que insinuam outros seios, na aura feminina e infantil da franja. A luz gasta, a cor decomposta. Nada mais bonito que um corpo de mulher.

Beijos.

Ângela calou... a dit…

E sobre "Nómada", querida... seus poemas, quando nesse tom, conseguem ser contato para o leitor... a saber, con-tácteis. Belo e também perfurante.

ma grande folle de soeur a dit…

subscrevo em absoluto com a sua afirmaçao: nada mais belo nem mais estético que um corpo de mulher.

ma grande folle de soeur a dit…

agradam-me os seus adjectivos!
beijos