vendredi 23 avril 2010

Das cidades...

"Há cidades mais estimulantes que outras, para ser mais preciso, diferentes cidades produzem estímulos diferentes: conforme os movimentos das pessoas nos espaços públicos, as montras das lojas comerciais, os cartazes publicitários, os transportes públicos, a maior ou menor presença de jardins, a moda, as livrarias, os restaurantes, (...) Há cidades onde apetece passar o tempo a escrever, outras, pelo contrário, onde só apetece preguiçar e fazer prolongar os dias. Há cidades que apetece filmar, outras onde a captação de uma só imagem se nos afigura uma violação à sua intimidade. (...) Eu não tenho uma cidade ideal. A minha cidade ideal é uma cidade de cidades, uma colagem de lugares."
in abrigos, de António Pinto Ribeiro
Livros Cotovia

1 commentaire:

josé louro a dit…

A minha também.