vendredi 23 octobre 2009

Para estarmos certos
de que o Outono chegou,
uma folha cai.

Num Outono apenas,
cogumelo do pinheiro
a viver mil anos!

Pintas os teus olhos
usando a água do espelho,
árvore à beira-rio?

Nem uma só folha -
nem mesmo a lua faz ninho
sobre este salgueiro.

Den Sutejo ( 1633-1698)

4 commentaires:

myra a dit…

beau poème, bises et un bon dimanche,

josé louro a dit…

O primeiro toca.

myra a dit…

bonjour et bonsoir, bises

Daterra a dit…

já tinha saudades de passar por aqui:)