mardi 10 juin 2008

Haïkaï

Dans le matin blanc,
lourde de rosée -
la toile de soie de l'araignée.


L'hirondelle du printemps -
sa maison sous mon toit;
elle dort chez moi!


Chameau et dromadaire -
quand ils se croisent,
ils saluent leurs bosses.


Papillon jaune -
vas dire au papillon bleu,
que toi, tu es un soleil.


Vent! Retiens ta course!
La brume me tient.
Je ne puis plus courir à la mer.

2 commentaires:

Dinis Lapa a dit…

Confesso que o meu francês é intuitivo. Nunca o aprendi, portanto preciso sempre de investigar para perceber os teus haikus em francês. Todavia, e depois de uma certa ajuda de uma amiga, percebi estes haikus na totalidade. Um autêntico hino à Natureza!

David Rodrigues a dit…

Gostei da ternura da andorinha que dorme em tua casa. São as coisas que não são nossas e que o são ao mesmo tempo.